Sexta, 20 de Julho de 2018
Por Redação  |  Categoria: Política  |  Fonte: Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual Sebastião Rezende
Sexta, 27 de Abril de 2018 - 18:38
A+ A A-

Segurança Pública

Rezende quer proteção em espaço aéreo, nas Unidades Prisionais do Estado de Mato Grosso

O projeto de autoria do Deputado Sebastião Rezende (PSC) visa impossibilitar o pouso de "drones", bem como o arremesso de objetos, para o interior das unidades prisionais.

As mudanças ocorrem de maneira avassaladora, principalmente no mundo tecnológico. Tudo acontece muito rápido, na tentativa de promover o bem-estar social para o cidadão de bem. Porém, esse avanço tecnológico, infelizmente chegou até as mãos dos criminosos. O mundo dos "negócios" não têm fronteiras e em consequência disso os crimes ligados aos "negócios", também, não conhecem limites. Os métodos criminosos são cada vez mais sofisticados.

No Brasil, tem sido comum a utilização dos drones pelos traficantes, para introduzir drogas, celulares e outros objetos, dentro das unidades prisionais. Em 2015, policiais do Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron), do Estado de Mato Grosso receberam informações de que uma quadrilha estava usando o aparelho para levar entorpecente aos presos e na ocasião, um drone que seria utilizado por traficantes para entregar drogas na Cadeia Pública de Cáceres (a 220 km de Cuiabá) foi apreendido em um matagal perto da unidade prisional.

No dia 10 de fevereiro de 2017, mais um drone foi apreendido por agentes prisionais da Penitenciária Central do Estado de Mato Grosso, no Bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá, em que estava sendo usado para levar oito celulares a presos dentro da unidade prisional. Na ocasião, dois homens foram presos. Eles foram localizados na esquina do presídio, de onde controlavam o aparelho. Um dos denunciados confessou que o drone já havia entrado na penitenciária e levado três celulares.

Entre as diversas demandas apresentadas pela sociedade, que assiste o crescimento do crime organizado de uma maneira quase impassível, a segurança pública tem sido uma das mais perceptíveis, urgentes e cobradas. E com esse víeis, tramita na Assembleia Legislativa projeto de lei que tornar obrigatória a colocação de telas de proteção em espaço aéreo, nas Unidades Prisionais do Estado de Mato Grosso.

O projeto de autoria do Deputado Sebastião Rezende (PSC) visa impossibilitar o pouso de VANT’S (veículos aéreos não tripulados), conhecidos como “drones”, bem como o arremesso de objetos, para o interior daquelas instituições.

“A utilização e o comércio dos aparelhos de VANT’s (veículos aéreos não tripulados), conhecidos como “drones”, popularizaram-se e infelizmente chegou até as mãos dos contraventores”, afirma o parlamentar.

Segundo Sebastião Rezende, “a maioria das Unidades Prisionais em Mato Grosso mostra-se frágeis no item segurança, somando-se ao fato de que o espaço aéreo em seus limites, torna-se vulnerável à presença desses aparelhos (drones), lamentavelmente, agora também utilizados pela bandidagem, com o intuito de levarem para dentro dos presídios, drogas, armas e aparelhos celulares”.

“Em que pese a existência de tecnologias e softwares capazes de detectar a aproximação desses equipamentos, a implantação de grades ou telas que impossibilitem seu pouso, ou ainda, que impeçam o arremesso de objetos para o interior dos estabelecimentos prisionais, será de custo infinitamente menor e, de funcionalidade imediata ininterrupta”, arremata o deputado estadual Sebastião Rezende (PSC).

Acesse o projeto de lei 113/2018 na íntegra clicando aqui.

Siga o CanaãBRASIL no Twitter e no Facebook  

LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

* E-mail:
* Senha:
Seja o primeiro a comentar esta matéria!