Domingo, 15 de Julho de 2018
Por Redação  |  Categoria: Diário  |  Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Cuiabá
Sábado, 21 de Abril de 2018 - 21:21
A+ A A-

Gastronomia

Festival da Pamonha agita Rodovia Emanuel Pinheiro

Ambientada com decoração especial o festival atraiu turistas que se surpreenderam ao passar pela rodovia

Desde muito cedo a comunidade Rio dos Peixes, localizada na Rodovia Emanuel Pinheiro, KM 23, está mobilizada em torno das iguarias preparadas a base de milho. O evento que começou hoje (21) é uma iniciativa da Prefeitura de Cuiabá por intermédio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo em parceria da Associação dos Proprietários de Chácaras do Rio dos Peixes e Adjacências, dando continuidade  até às 18h do domingo (22).

A comunidade que se formou na rodovia nesses seus 70 anos de existência, era constituida apenas por bares e restaurantes. Entretando, ao longo dos últimos anos vem buscando alternativas e características próprias. A princípio, começaram a ofertar aos transeuntes frutas frescas e alguns poucos produtos feitos do grão, saindo daí a ideia de fazer o festival de pamonha, para fomentar o turismo e aquecer a economia do lugar.

“Nós entendemos que uma região como esta, que já está bem estruturada em termos de bons restaurantes, aliado ao destaque natural que é a produção da pamonha no local. Decidimos junto com a comunidade fazer este primeiro festival. É vontade do prefeito Emanuel Pinheiro fazer com que a prefeitura, cada vez mais, aproxime o turismo e o ecoturismo das comunidades rurais. E a comunidade Rio dos Peixes tem uma tradição muito grande, com  mais de 70 anos de história e mais de 280 chácaras no seu entorno.  O que nós queremos é que, as pessoas que passem por aqui, comecem a despertar para esta região, que com certeza será mais uma referência para o turismo em Cuiabá”, assegurou Francisco Vuolo,  secretário de Cultura, Esporte e Turismo.

O primeiro dia do Festival de Pamonha da Comunidade Rio dos Peixes está atraindo um público especial que daqui para frente pretende realizar eventos como esses, misturando gastronomia em um ambiente próximo a natureza.

A movimentação está surpreendendo quem passa para ir a Chapada dos Guimarães. Além do comércio habitual, para o festival, recebeu uma ambientação preparada pela secretaria adjunta de Tturismo que sinalizou a estrada com motivos que remetem aos pratos produzidos com o milho. A  turista de Cacoal,  Rondônia, Brenda Cofrin que passou pela Central de Atendimento ao Turista - CAT Móvel para saber mais sobre o evento e sobre o turismo da Capital, se surpreendeu com o evento.

“De longe eu vi a sinalização e pedi para meus amigos pararem o carro por que eu adoro pamonha e eles também. Já comi uma e estou levando para casa bolo e cural e ainda aproveitei pra pegar algumas informações turísticas, já que é a primeira vez que viemos para cá”, disse Brenda.

Ao longo de aproximadamente dois quilômetros da área comercial que a comunidade ocupa é possível visualizar barraquinhas feitas de taquara e teto de palha de coqueiro enriquecendo ainda mais essas delícias, cujos preços variam  entre R$ 6 a R$ 7, da pamonha, do bolo e do cural.   

“Estamos trabalhando desde ontem nos preparando para acolher quem parar aqui e vier experimentar nossa pamonha. Nossa comunidade é antiga, mas só de dois meses para cá montamos a associação e resolvemos nos unir para melhorar os serviços que a comunidade oferece. Agora é o festival da Pamonha, depois pretendemos fazer o festival do peixe , porque tem muito chacareiro aqui que tem pesqueiro e depois vamos o festival do Pequi, que também temos demais. Tudo com apoio da prefeitura, é claro”, prevê o presidente da Associação dos Proprietários de Chácaras do Rio dos Peixes e Adjacências, Joelson Marques.

Siga o CanaãBRASIL no Twitter e no Facebook  

LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

* E-mail:
* Senha:
Seja o primeiro a comentar esta matéria!