Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Por Redação  |  Categoria: Política  |  Fonte: Redação
Quarta, 05 de Julho de 2017 - 22:23
A+ A A-

Polêmica

Putin afirma que é seu "dever" impedir gays de se casarem de modo que as pessoas tenham mais bebês

Em uma série de entrevistas com o cineasta americano Oliver Stone, Putin explicou suas opiniões contra o casamento do mesmo sexo e sua crença de que ele deve "defender os valores tradicionais".

O presidente russo , Vladimir Putin , afirmou que é seu "dever" impedir que as pessoas gays se casem na tentativa de "reforçar as famílias" porque duplas do mesmo sexo não produzirão filhos".

Em uma série de entrevistas com o cineasta americano Oliver Stone, Putin explicou suas opiniões contra o casamento do mesmo sexo e sua crença de que ele deve "defender os valores tradicionais".

Ele disse: "E eu posso dizer-lhe isso, que, como chefe de Estado hoje, acredito que é meu dever manter valores tradicionais e valores familiares. Mas por que? Porque “casamentos” entre pessoas do mesmo sexo não produzirão filhos. "Deus decidiu, e temos que nos preocupar com as taxas de natalidade em nosso país. Temos de reforçar as famílias. Mas isso não significa que haja perseguições contra qualquer um.

Putin também foi contra a adoção do mesmo sexo, dizendo que é melhor para as crianças crescerem em famílias "tradicionais".

"Não posso dizer que [adoção de crianças por duplas gays] é bem-vinda pelo nosso público", disse ele a Stone. "Eu digo isso francamente. No meu ponto de vista, as crianças terão uma escolha mais livre quando se tornem adultos se crescerem em uma família tradicional ".

O presidente russo também insistiu que os homossexuais não enfrentam perseguições no país, dizendo que a Rússia é "bastante liberal".

"Não há situações como em alguns países muçulmanos onde os homossexuais enfrentam pena de morte", disse ele. "Não temos restrições ou assédio com base no gênero. Além disso, muitas pessoas falam explicitamente sobre sua orientação sexual não-tradicional.

"Mantemos relações com eles e muitos deles conseguem resultados notáveis em sua atividade ... eles ainda recebem prêmios e ordens do estado para suas conquistas".

Putin defendeu a polêmica lei do país em proibir a disseminação de menores de "propaganda" que legitima a homossexualidade, dizendo que "o raciocínio por trás dessa lei é proporcionar às crianças a oportunidade de crescer sem impactar a consciência".

Embora exista uma animosidade generalizada em relação à homossexualidade na Rússia e as autoridades negam regularmente a permissão dos ativistas dos direitos dos homossexuais para se reunir, Putin disse que "nossa sociedade é liberal em grande medida".

Depois que Putin notou que não existe uma proibição formal dos gays no comando militar, Stone perguntou se Putin tomaria banho em um submarino com um tripulante gay.

"Eu prefiro não ir ao banho com ele. Por que provocá-lo? Putin disse. "Mas você sabe, sou também um mestre de judô e um mestre SAMBO".

Stone realizou as entrevistas com Putin entre 2015 e 2017.

As entrevistas foram exibidas em quatro partes no inicio desta semana pela primeira vez no canal de TV Showtime dos Estados Unidos.


Com informações DailyMail

 

Siga o CanaãBRASIL no Twitter e no Facebook  

LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

* E-mail:
* Senha:
Seja o primeiro a comentar esta matéria!