Sábado, 21 de Outubro de 2017
Por Redação  |  Categoria: Internacional  |  Fonte: CBN News
Quarta, 14 de Junho de 2017 - 17:09
A+ A A-

ISIS Cercado

Trump lança plano para aniquilar o califado islâmico

"Nossa estratégia no momento é acelerar a campanha contra o ISIS", disse o secretário de Defesa, James Mattis.

As forças da coalizão dos EUA estão aumentando a pressão em sua batalha contra ISIS em Raqqa na Síria. 

"Nossa estratégia no momento é acelerar a campanha contra o ISIS", disse o secretário de Defesa, James Mattis.

Mattis disse que a ordem do presidente dos Estados Unidos é eliminar o grupo terrorista islâmico de uma vez por todas.

"Nós já mudamos de táticas de atrito para empurrá-los de uma posição para outra no Iraque e na Síria para táticas de aniquilação onde os cercamos", disse o secretário.

Uma grande batalha está em andamento, enquanto combatentes curdos e árabes apoiados pelos Estados Unidos estão realizando uma ofensiva contra Raqqa, Síria, que serviu como o chamado califado ou capital do Estado islâmico.

Durante vários meses, as forças da coalizão respaldadas pelos Estados Unidos cercam a cidade simbólica e estratégica, que o ISIS aproveitou em 2014 e usou como base para planejar ataques no exterior.

Até 4,000 jihadistas defendem Raqqa, e as forças da coalizão estão desgastando-os. Mattis diz que uma vez que o grupo está completamente cercado, eles entrarão e os aniquilarão.

"Nossa intenção é que os combatentes estrangeiros do ISIS não sobrevivam à luta, sendo assim, não voltarão para o norte da África, para a Europa, para a América, para a Ásia, para a África, não vamos permitir que eles o façam. Nós vamos detê-los e separá-los do califado", disse Mattis.

Diante da derrota em Raqqa, o ISIS está movendo suas forças em outros lugares da região.

Mas, como o ISIS enfrenta grandes contratempos na Síria e no Iraque, o grupo está dizendo a seus seguidores que não desistam.

Em uma de suas revistas, o grupo disse aos leitores que "adorem seu senhor até a morte chegar até você" e lembra aos combatentes que "as dificuldades causam uma força oculta".

Continua a dizer que o Islã precisa de homens que "estão dispostos a trabalhar duro, acham conforto na dor e no trabalho, soluções fortes... então arregacem as mangas".

Em uma fita de áudio lançada esta semana, um porta-voz do ISIS convocou os islâmicos a lançar ataques nos EUA e na Europa durante o mês sagrado do Islã do Ramadã, que começou há duas semanas.

Desde então, houve 95 ataques terroristas por muçulmanos radicais que mataram cerca de 1.100 pessoas.

 

Com informações CBN News



Siga o CanaãBRASIL no Twitter e no Facebook  

LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

* E-mail:
* Senha:
Seja o primeiro a comentar esta matéria!