Sexta, 20 de Julho de 2018
Por Viviane Moura  |  Categoria: Um Giro por aí!  |  Fonte: TJMT
Terça, 31 de Maio de 2016 - 14:41
A+ A A-

Fé modifica destino de reeducandos da Mata Grande

O comportamento distinto dos apenados do raio evangélico é uma referência positiva para a juíza da 4ª Vara Criminal de Rondonópolis, Tatyana Araújo Borges.

O arrependimento pelo crime cometido e a busca por novos caminhos através da fé são as primeiras atitudes percebidas pelo subdiretor da penitenciária regional Major Eldo de Sá (Mata Grande/ Rondonópolis), Pedro Cardoso de Sá Filho, quando um reeducando decide modificar seu destino.

“Percebemos que os reeducandos querem realmente mudar de vida quando pedem para ser transferidos para o raio evangélico, haja vista que eles sabem que lá a disciplina é mais rígida, com horário para tudo, desde a hora que acordam até o toque de recolher”, destaca.

De acordo com o subdiretor, o raio, que se diferencia dos demais em comportamento, abriga cerca de 300 recuperandos, que quase em sua totalidade participam dos projetos de ressocialização oferecidos pela unidade prisional. “Todos os integrantes do pavilhão evangélico estudam, a maioria deles trabalha, mas o maior destaque do raio é o comprometimento religioso. Eles oram, jejuam, não assistem à televisão e são focados nos ensinamentos bíblicos aplicados diariamente”.

O comportamento distinto dos apenados do raio evangélico é uma referência positiva para a juíza da 4ª Vara Criminal de Rondonópolis (212km ao sul de Cuiabá), Tatyana Araújo Borges. “É nítido que aqueles que trabalham e estudam raramente reincidem no crime. Pelo contrário, perdem o interesse por delinquir. Posturas essas muito comuns entre os evangélicos”, relata.

Como forma de incentivar a conduta dos integrantes do raio da fé, estão em fase de implantação dois novos projetos, na Mata Grande. O primeiro ofertará estudo teológico aos reeducandos, por meio de convênio a ser firmado com a igreja Assembleia de Deus. Já o segundo, um projeto de oficinas de leitura a ser pactuado com a Universidade Federal de Mato Grosso, pólo de Rondonópolis. Ambos devem ser disponibilizados até o segundo semestre deste ano.

Siga o CanaãBRASIL no Twitter e no Facebook  

LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

* E-mail:
* Senha:
Seja o primeiro a comentar esta matéria!